MENU

04/07/2017 às 07h53min - Atualizada em 04/07/2017 às 07h53min

Caiado espera que líderes da oposição tenham bom senso em projeto eleitoral

Diário de Goiás
(Foto: Samuel Straioto)

A oposição ao atual grupo político que comanda o governo estadual tem perdido os últimos processos eleitorais em Goiás. O senador Ronaldo Caiado (DEM) é um dos pré-candidatos ao próximo pleito. Ele avalia que a oposição não pode cometer o mesmo erro de épocas passadas, ou seja, de se dividir e lançar várias candidaturas. Caiado defende que lideranças tenham bom senso.

Critérios

O senador destaca que há a necessidade de se apresentar alguns critérios para que o nome da oposição seja escolhido. Ronaldo Caiado defende que lideranças partidárias continuem conversando e estejam todos em um mesmo propósito.

“Uma pesquisa bem fundamentada, uma avaliação muito bem feita para saber quem realmente está em melhores condições para disputar o governo. Segundo lugar: que lideranças, presidentes de partidos, prefeitos, deputados estaduais, federais, senadores, todos possam participar de um colégio para decidir politicamente qual o melhor perfil que se encaixa naquele momento para ganhar as eleições de 2018. Este processo não pode ser isolado, não pode ser de um partido em detrimento dos demais, ele tem que ser numa ampla mesa de acordos entre as lideranças para que se chegue a um denominador comum, aquele que tiver as melhores condições deverá ser o candidato. Agora, não podemos de maneira nenhuma imaginar que vamos cometer novamente erros primários como cada partido tentando lançar seu candidato”, explicou.

Caiado voltou a dizer que a aliança firmada com o PMDB, DEM e outros partidos de oposição nas eleições passadas trouxeram importantes resultados como a eleição dele próprio para o Senado. O parlamentar avalia que seria importante a formação de um conselho para trabalhar internamente nos partidos, mas ainda e conjunto. O senador voltou a dizer que é importante a união para vencer a atual “máquina do governo”.

“Acredito que esse conselho a ser formado, constituído por todas as lideranças com o conhecimento político de Goiás, com todo esse tempo perdendo eleições, aí vai prevalecer o bom senso e o bom senso indica que devamos marchar juntos, não marcharei isoladamente, até porque não é esta a figura de um candidato para superar uma máquina de governo”, declarou.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.