23/06/2017 às 11h55min - Atualizada em 23/06/2017 às 11h55min

CURSO DE MEDICINA EM CATALÃO

Portal Catalão
Foto Reprodução
A Universidade Federal de Goiás (UFG) Regional Catalão, divulgou ontem, quinta-feira (22), que os encaminhamentos para a implantação da graduação em Medicina na cidade estão em fase final.
 
Atual cenário político e econômico do país atrasou o processo de implantação do curso na cidade (Imagem: Divulgação)
 
No comunicado, a regional relembra que o curso já foi designado para a cidade e aprovado nas instâncias superiores da universidade. O plano pedagógico e o diagnóstico que informa sobre o andamento das ações locais para a viabilização do curso, foram encaminhados no mês de março deste ano ao Ministério da Educação (MEC).
 
A Universidade informou também, que aguarda a tramitação final do processo e vem realizando ações políticas para acelerar o seu andamento. Conforme a UFG, o atual cenário político e econômico do país atrasou o processo e a previsão, que era de implantação do curso neste ano, foi atualizada, e agora está previsto que o curso inicie a primeira turma a partir de 2018, isso se o MEC aprovar o mesmo até o final do mês de julho deste ano. Caso isso ocorra, haverá tempo hábil para a realização de concurso público e inclusão do curso no próximo processo seletivo. O curso deverá oferecer 50 vagas anuais para os estudantes.
 
O diretor da Regional Catalão, Thiago Jabur, informou que 20 vagas de professores já foram destinadas para o curso e ele aguarda agora apenas a autorização do MEC para a realização de concurso público.
 
Segundo o diretor, o prédio que abrigará a coordenação do curso, as salas de tutoria e o futuro laboratório de anatomia, que foi construído no Campus II, já está praticamente finalizado. Ainda conforme Jabur, o prédio já conta com rede de água e energia elétrica e o sinal de internet deverá ser disponibilizado para o prédio em breve.
 
Conforme o comunicado, até o momento já foram investidos cerca de R$ 6 milhões para a construção do edifício e a compra de equipamentos. O segundo prédio, que também será utilizado pelo curso, já está com projeto aprovado, mas esbarra na falta de recursos para a sua construção e segue sem previsão de quando será viabilizado.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.