23/08/2017 às 09h19min - Atualizada em 23/08/2017 às 09h19min

SEMANA DA FAMÍLIA!

Hajj Hamzah - Hajj Hamzah
Hajj Hamzah
No mês de agosto, comemora-se a Semana da família. Criada em 1992, a Semana Nacional da Família é um evento anual e integra o calendário das paróquias e comunidades de todo o Brasil.
Desde o começo do mundo tem sido um grande desafio homologar uma diretriz , de como criar uma família adequadamente. E podemos afirmar, que houve avanços, contudo não se formulou até o momento um manual de como criar uma família perfeita.
Sabemos que ela está nos planos de Deus. Quando deu a Adão (AS) uma companheira, filhos, Ele viu que esse estrutura seria a melhora para a humanidade.
Veja o que nos fala Francisco Azevedo, em um trecho do seu livro " O Arroz de Palmas":
"Família é prato difícil de preparar. São muito ingredientes. Reunir todos é um problema... Não é para qualquer um. Os truques, os segredos, o imprevisível. Às vezes, dá até vontade de desistir. Família é pratao que emociona. E a gente chora mesmo: De alegria, de raiva ou de tristeza. O pior é que ainda tem gente que acredita na receita da família perfeita. Bobagem, tudo ilusão. Família é afinidade, é a moda da casa. E cada casa gosta de preparar a família do seu jeito. Há famílias doces, outras meio amargo, outras apimentadíssimas. Há também as que não gostam de nada, seria assim um tipo de família dieta, que suporta só para manter a linha.
Seja como for, família é prato que deve ser servido sempre quente, quentíssimo! Uma família fria é insuportável, impossível de engolir. Enfim, receita de família não se copia, se inventa.
Agente vai aprendendo aos poucos, improvisando e transmitindo o que sabe no dia a dia. Muita coisa se pede na lembrança. Aproveite o máximo.
Família é prato que quando se acaba, nunca mais se repete.
Família! Feliz quem tem e sabe curtir, aproveitar e valorizar! Família é projeto de Deus.
Então... Amem-se, perdoem-se, aceitem-se, tolerem-se e vivam como se hoje fosse o último dia que vocês vão estar com a sua família"
No Islã, considerar o bem-estar do “outro” ao invés de apenas o “eu” é uma virtude tão enraizada na religião que é evidente até mesmo para aqueles fora dela. O advogado britânico humanitário e defensor de direitos civis, Clive Stafford-Smith, um não-muçulmano, declarou: “O que eu gosto sobre o Islã é o foco sobre o grupo, que é oposto ao foco do Ocidente sobre a individualidade.
Os indivíduos que formam qualquer sociedade são unidos através de vínculos relacionados a um grupo. O mais forte de todos os vínculos sociais é o da família. E embora seja justificavelmente argumentado que a unidade familiar básica seja a fundação de qualquer sociedade humana, isso é particularmente verdade para os muçulmanos. De fato, o grande status que o Islã concede ao sistema familiar é exatamente o que com freqüência atrai muitos novos convertidos ao Islã, particularmente mulheres.
“Com leis para quase todos os aspectos da vida, o Islã representa uma ordem com base na fé que as mulheres vêem como crucial para criarem famílias e comunidades saudáveis, e corrigir o dano feito pelo humanismo secular popular dos últimos 30 anos, dizem vários especialistas. Além disso, as mulheres de lares desfeitos podem ser especialmente atraídas para a religião por causa do valor que ele coloca na família, disse Marcia Hermansen, uma professora de estudos islâmicos na Loyola University em Chicago e uma americana que também se converteu ao Islã.
Dessas citações, uma de um intelectual não-muçulmano, outras de convertidos e jornalistas, e algumas de mulheres americanas comuns que abraçaram o Islã, podemos ver que os valores familiares no Islã são um de seus maiores atrativos. Esses valores vêm de Deus e Sua orientação, através do Alcorão e do exemplo e ensinamentos de Seu Mensageiro, Muhammad, que Deus o exalte, que indica a unidade familiar como o sustentáculo da religião e do modo de vida islâmico. A importância de formar uma família é enfatizada por um dito do próprio Profeta, que disse:
“Quando um homem se casa, ele cumpre metade de sua religião, então deixem-no temer a Deus em relação à metade restante.”[8] (al-Baihaqi)
A Paz esteja convosco.
Link
Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.