MENU

22/02/2019 às 15h56min - Atualizada em 22/02/2019 às 15h56min

A Prefeitura de Corumbaíba está custeando UTI Neonatal no São Nicolau em Catalão, para bebê prematuro

Secretária de Saúde afirma que o município não mediu esforços para conseguir a vaga de UTI Neonatal para o bebê

SEC. SAÚDE CORUMBAÍBA
Reprodução/ Protocolo de Internação
A Secretária de Saúde de Corumbaíba, Enir Rabelo da Silva, afirma que a família de Daniel Júnio Alves de Oliveira, de dois meses de vida, está recebendo todo o apoio e amparo necessário para a sua recuperação. O bebê prematuro, que está com peso abaixo do ideal, grave quadro de insuficiência respiratória e pneumonia aguda, está internado desde a manhã de hoje, 22, na UTI Neonatal do Hospital São Nicolau.
Ela explica que ele deu entrada na emergência do Pronto Atendimento Infantil de Caldas Novas, quarta-feira, 20, município de referência de Corumbaíba e diante da gravidade do caso, a equipe médica decidiu que Daniel deveria ser transferido para uma Unidade de Terapia Intensiva [UTI] em Goiânia. “Estávamos aguardando a liberação da vaga pelo SUS e como isso não ocorreu e sabendo que a situação é grave, decidimos custear uma vaga particular no Hospital São Nicolau de Catalão. O bebê já está internado e recebendo os cuidados necessários”, garante a secretária.
Enir lembra que mesmo o bebê estando internado em Caldas Novas, a equipe da Secretaria de Saúde de Corumbaíba estava tentando ajudar na transferência dele para uma UTI Neonatal. “A Luciana Cristina Beraldo que é enfermeira e diretora do Hospital de Corumbaíba, estava desde ontem ajudando a conseguir essa vaga. Ligamos para Goiânia e hospitais particulares de Catalão e somente hoje, com a ajuda do médico Dr. Lucas Leão, lá de Corumbaíba, que entrou em contato diretamente com o Hospital São Nicolau, conseguimos a vaga”, ressalta.
De acordo com a mãe do bebê, Luciana de Oliveira Santos que conversou com nossa reportagem, Daniel foi atendido primeiramente por um pediatra em Corumbaíba e depois, foi recomendado que ele fosse levado para Caldas Novas, para fazer um raio x, porque a suspeita era de pneumonia. “Foi confirmado que era pneumonia, ele ficou internado, só que um outro raio x indicou que ele estava piorando, que um pulmão dele já não funcionava mais. Colocou soro nele, e ao invés, de melhorar, ele inchou e piorou. Fiquei desesperada”, conta a mãe.
Ela reforça que ele saiu bem de Corumbaíba, mas piorou em Caldas.“Meu filho chegou bem, inchou muito, depois da medicação. Aí o médico falou que ele estava praticamente morrendo. Meu esposo entrou em contato com a enfermeira Luciana Cristina Beraldo e desde então, eles começaram a buscar essa vaga de UTI Neonatal para meu filho. Hoje, eles ligaram em Caldas e me avisaram que haviam conseguido a vaga, porque o prefeito Wisner ia pagar para a gente”, revela.
Agora, Luciana de Oliveira Santos espera a plena recuperação do filho. “Estou muito grata. Tratamento excelente, que ele está recebendo aqui. Desde a gravidez até agora, sempre tive apoio da prefeitura e da secretaria de Saúde, não tenho nada a reclamar. Só agradecer. Meu filho está recebendo bem ao tratamento, não está com risco de morrer. Sei que vai dar tudo acerto, graças a Deus”, conclui.


 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.