MENU

09/11/2019 às 18h00min - Atualizada em 09/11/2019 às 18h00min

Homem é preso suspeito de agredir e manter a mulher amarrada só de calcinha durante seis horas

G1

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto
Um homem foi preso suspeito de agredir e manter a mulher em cárcere privado em uma fazenda de Caldas Novas, região sul de Goiás. Segundo a Polícia Civil, após dar chutes e socos na vítima, ele amarrou as mãos dela e a deixou - no chão e só de calcinha - por cerca de seis horas.

O homem foi preso na quinta-feira (7), em cumprimento a um mandado judicial, em outra fazenda, em Pires do Rio, distante 67 km. A polícia não informou se ele já tem ou não advogado.

O crime aconteceu no último dia 25 de setembro. De acordo com o delegado Rodrigo Pereira, o homem, procurando saber sobre supostas traições da vítima, realizou um "interrogatório ilegal e desumano" da mulher.

"Ele agrediu a companheira com chutes, tapas, socos e, após isso, ele a amarrou com as mãos para trás usando uma corda e deixou ela no chão vestida apenas de calcinha, desde as 23h de um dia até às 5h do outro, enquanto vasculhava o celular dela", disse o delegado.

A polícia começou a investigar o caso e conseguiu junto à Justiça um mandado de prisão temporária. Ele responderá por lesão corporal e cárcere privado no âmbito de violência doméstica.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »