11/04/2017 às 07h57min - Atualizada em 11/04/2017 às 07h57min

Mobilidade Urbana Um desafio da Administração de Corumbaíba, do Brasil e do Mundo

Plano Nacional de Mobilidade Urbana
Hajj Hamzah - Hajj Hamzah
A existência de barreiras no acesso ao meio físico edificado e às tecnologias da informação e das comunicações representa um grave atentado à qualidade de vida dos cidadãos com mobilidade condicionada ou com dificuldades sensoriais, pelo que a respectiva eliminação contribuirá decisivamente para um maior reforço dos laços sociais, para uma maior participação cívica de diversos segmentos populacionais e, consequentemente, para um crescente aprofundamento da solidariedade entre os indivíduos num estado social de direito.

Eu acredito que um dos maiores desafios da administração 2017/2020 é melhorar a mobilidade urbana de Corumbaíba. Nossa cidade é uma cidade sem calçadas.  É normal ver os transeuntes se arriscando a caminhar no meio das ruas e avenidas pela inexistência de calçadas ou pela falta de planejamento das mesmas.  Temos que colocar no Código de Postura do Município a forma correta da construção de calçadas. Aqui cada um as constroem de uma maneira. Na maioria delas vemos desníveis que coloca em risco a locomoção até de pessoas saudáveis, quanto mais de cidadãos com limitações em sua locomoção.

Facilitar a locomoção urbana significa dar o direito de liberdade principalmente aos cadeirantes, ou para pessoas com outros graus de limitações.  Sei que o nosso atual Prefeito está empenhado em uma séria de ações em nossa cidade como por exemplo, revitalização de praças,  construção de hospital, reforma de escolas, espero que também esteja nos seus planos a questão da mobilidade urbana.

Esse não é um problema de Corumbaíba, o problema está no tempo em que cidades e estados ficaram parados, sem desenvolver ações de mobilidade. Com certeza nossa cidade nunca teve um plano de mobilidade urbana e isso nunca entrou nas pautas de prioridade do município.

Na opinião do pesquisadores dessa área,apesar do muito a fazer, a mobilidade tem melhorado nacionalmente nos anos recentes. “Por dois fatores. Primeiro, pela crise da mobilidade, que fez com que ela entrasse na pauta de discussões. E, depois, pelo momento histórico que a gente vive, de grandes investimentos em mobilidade e transportes públicos”, avaliou.

O Plano Nacional de Mobilidade Urbana foi sancionado em 2012 e determina uma série de ações a serem realizadas por todas as esferas de governo. Porém, a principal delas, o desenvolvimento de planos de mobilidade por todas as cidades com mais de 20 mil habitantes,mas caminhou muito pouco. A matéria “Mobilidade urbana tem recursos, mas faltam projetos, planejamento e continuidade.

Em nossa cidade felizmente existem poucas pessoas com necessidades especiais. Mas as dificuldades desses poucou são conhecidade por todos nós. Então vamos facilitar a vida das pessoas. Até porque não sabemos se amanhã estaremos precisando nos utilizar dessas facilidades. Que nesses projetos de melhoras da cidade a atual administração  possa resolver os problemas de nossas calçadas e pelo menos construir rampas para facilitar a vida dos cadeirantes. 

Link
Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.