MENU

13/06/2021 às 10h10min - Atualizada em 13/06/2021 às 10h10min

Lacen investiga casos suspeitos de ‘fungo preto’ em pacientes de Covid em Goiás

As amostras foram recolhidas e encaminhadas para análise. Mucomicose causa necrose grave no rosto

GI
Reprodução

A Secretaria de Saúde de Goiás (SES-GO) estaria investigando dois casos suspeitos de mucormicose, conhecida como ‘fungo preto’ em Goiás. Infecção raríssima que causa necrose grave no rosto e que tem sido registrada em pacientes com Covid-19. As amostras foram recolhidas e encaminhadas para análise no Laboratório Central de Goiás (Lacen).

As informações são do Metrópoles. Conforme a SES-GO, um dos pacientes é um homem de 31 anos e que está internado em estado grave no Hospital das Clínicas (HC), em tratamento contra o coronavírus. O homem seria diabético e começou a desenvolver necrose nasal, o que é característico da mucormicose.

Já o outro está internado em uma unidade particular do estado. Ainda não há detalhes do caso.A mucormicose, ou ‘fungo preto’, é causada pela exposição ao fungo mucoso, normalmente encontrado no solo, plantas, esterco, frutas e vegetais em decomposição. É agressivo e, muitas das vezes, requer cirurgias mutilantes.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.