MENU

22/07/2020 às 17h26min - Atualizada em 22/07/2020 às 17h26min

Suspeitos de roubo de gado e tentativa de latrocínio são presos, em Goiás

Durante a operação, três homens foram presos por roubo de gado, em Goiás: um taxista, um motorista de aplicativo e um vaqueiro. Em Minas, um advogado foi preso.

Dia Online
Reprodução
imagem

imagem

Quatro homens foram presos  após o cumprimento de mandato de prisão, na última terça-feira (21/7), nas cidades de Itumbiara (Goiás) e Ituiutaba (Minas Gerais). Os investigados são acusados de roubarem 72 cabeças de gado em propriedade rural e tentarem assassinar o dono da fazenda, no último 12 de julho. Além do roubo de gado e da tentativa de latrocínio, a Polícia investiga se há outros suspeitos.

Durante a operação, que contou com a participação das Polícias Civil de Goiás (PC GO) e de Minas Gerais (MG), três homens foram presos, em Goiás: um taxista, um motorista de aplicativo e um vaqueiro. Em Minas, a polícia prendeu um advogado.

A ordem de prisão foi emitida pela 2° Vara Criminal de Itumbiara após pedido de membros do Ministério Público local.

A partir de agora, as investigações serão conduzidas pelos delegados Lucas Finholdt, do Grupo de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Itumbiara, Pedromar Augusto de Souza, titular da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Rurais (DERCR), com apoio da Delegacia Regional de Ituiutaba. As autoridades tentarão buscar outros envolvidos no crime, além de tentarem descobrir o paradeiro do gado roubado.

Além dos suspeitos presos, em Goiás; em 2019, PC GO desarticulou a maior quadrilha de roubo de gado do estado

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Rurais (DERCR), divulgou, em outubro de 2019, os resultados de uma operação deflagrada contra furto e roubo de gado por parte de uma associação criminosa em diversas regiões de Goiás. Foi recuperado meio milhão de reais em cabeças de gado que haviam sido furtadas pelos criminosos.

Conforme a Polícia Civil (PC), a operação foi batizada de Setentrional Goiano, em referência à região de atuação da organização criminosa, e as investigações começaram no mês de junho deste ano após furto de 50 cabeças de gado no município goiano de Uruaçu. Posteriormente, outros roubos e furtos ocorreram nos municípios de São Luiz do Norte, Hidrolina, Itaguaru e Poragantu, totalizando cerca de 500 cabeças de gado furtadas ou roubadas.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.