11/06/2019 às 17h48min - Atualizada em 11/06/2019 às 17h48min

Suspeito de matar e tentar estuprar a mãe é preso, em Goiás

diaonline
Reprodução

Um suspeito de agredir e matar a própria mãe, em Pires do Rio, a 83 quilômetros de Goiânia, foi preso na última segunda-feira (10/6), após um trabalho conjunto entre Polícia Militar e Polícia Civil do Estado de Goiás (PM e PC).

A Polícia informou que o indivíduo foi identificado como Romar Sardinha da Silva, de 38 anos. Segundo as informações divulgados pela polícia, Romar é investigado pelo homicídio de sua mãe identificada apenas pelas iniciais A.A.S.A, de 62 anos, que foi espancada pelo filho no dia 6 de abril deste ano.

Diante das graves lesões provocadas pelas agressões de Romar, a idosa foi encaminhada ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), porém ela não resistiu aos ferimento e morreu quatro dias após dar entrada na unidade de saúde.

Em 2012, suspeito de matar a mãe a agrediu e tentou estuprá-la em Itaberaí

A polícia afirmou ainda que em 2012, o suspeito foi preso após agredir a própria mãe em Itaberaí e tentar estuprá-la em Pires do Rio. Conforme as investigações policiais, Romar fugiu para Cocalinho no Mato Grosso (MT) após o crime, onde matou D.R.G, de 56, a facadas, na fazenda em que trabalhava.

Após o homicídio no MT, Romar voltou para Itaberaí. Após troca de informações entre a PM e a PC, a polícia pediu a prisão preventiva de Romar. Com o pedido expedido pelo Poder Judiciário, a polícia conseguiu encontrar o suspeito no município e cumpriu o mandado contra o suspeito que foi encaminhado para a delegacia de Pires do Rio.

Conforme repassado pela polícia, Romar foi interrogado pelas forças policiais e confessou ser o autor dos homicídios. Após prestar depoimento, o suspeito foi levado para o presídio da cidade e fica à disposição da Justiça. A polícia afirmou também que o inquérito policial vai ser concluído em poucos dias e que Romar vai ser indiciado por feminicídio, em caso de condenação a pena pode chegar a 30 anos de prisão.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.