MENU

14/02/2019 às 23h02min - Atualizada em 14/02/2019 às 23h02min

Polícia prende grupo suspeito de furtar energia elétrica em Goiânia

Jornal Opção
Reprodução

Um dos presos era funcionário de uma empresa terceirizada contratada pela Enel para fazer fiscalização contra fraudes

Na manhã desta quinta-feira, 14, a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor do Estado de Goiás (Decon) deflagrou a Operação Energia Negativa, que desarticula um grupo responsável por diversas fraudes, que resultam em furto de energia elétrica.

Segundo um dos delegados responsáveis, Gylson Ferreira, os criminosos faziam os famosos “gatos de energia”, fraudavam padrões, resultando na redução do registro de consumo. Em alguns casos, o contador chegava a zerar. Tudo feito de forma ilícita.

De acordo com a Polícia Civil, quatro pessoas foram presas e mandados de busca e apreensão são cumpridos em residências e estabelecimentos comerciais. Dentre os detidos está um funcionário de uma empresa terceirizada contratada pela Enel para fazer a fiscalização de fraudes.

Jornal Opção entrou em contato com a Enel, que disse que trabalhou junto à Decon para apurar o ocorrido e identificar os autores. Confira a nota enviada na íntegra:

A Enel Distribuição Goiás informa que atuou em parceria com a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor do Estado de Goiás (Decon) na operação que levou à prisão de 4 pessoas, entre os quais um funcionário terceirizado da empresa.

A distribuidora ressalta que adota rigorosos padrões éticos em suas operações e reprova qualquer tipo de desvio de conduta. A ação teve início a partir de denúncias nos canais de atendimento da Enel, que mantém controles de segurança para garantir a transparência de todos os seus processos. Em caso de desvios de conduta, a empresa monitora e trabalha em parceria com a polícia para identificar os autores.

A companhia reforça, ainda, que além de ser crime, o furto de energia afeta diretamente a qualidade do serviço prestado pela empresa, coloca em risco a segurança das pessoas e impacta na tarifa de energia.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.