05/05/2022 às 15h18min - Atualizada em 06/05/2022 às 15h50min

Futebol Social começa temporada 2022 com apoio de grandes patrocinadores

Sul América, Nubank, CSN, CNC e Projeto Rexona Quebrando Barreiras estarão ao lado da Ong Futebol Social ao longo do ano, com disputas do Circuito e da Copa Futebol Social, conectando jovens e comunidades carentes de todo o País

SALA DA NOTÍCIA Gustavo Coelho
O Futebol Social busca transformar vidas, usando como instrumento a bola. Conecta jovens e comunidades carentes de todo o País, que têm no esporte a chance de conhecer outras realidades e viver momentos de lazer e entretenimento. E, nesta temporada 2022, a ONG Futebol Social realizará suas competições com o apoio de grandes patrocinadores, para levar adiante o projeto que oferece às pessoas em vulnerabilidade social uma oportunidade de futuro.

A temporada contará com duas disputas: o Circuito Futebol Social, a partir de maio, e a Copa Futebol Social, em dezembro. Entre os patrocinadores estão Sul América, Nubank, Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e Projeto Rexona Quebrando Barreiras.

"O apoio dos patrocinadores, alguns de forma direta e outros pela Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal, é fundamental para levar adiante o projeto. É o futebol de rua, transformado em evento profissional, realizado dentro das comunidades, tendo como objetivo engajar moradores e familiares, trazendo momentos de lazer e motivação", afirma Guilherme Araújo, fundador da Ong Futebol Social.

Participam da Ong Futebol Social jovens de 16 a 20 anos, que vivem em situação precária de moradia (ou sem moradia), sob risco social e sem condições plenas de desenvolvimento, ligados a projetos sociais e/ou movimentos comunitários que fazem parte da Rede Futebol Social. São dez núcleos principais: São Paulo (São Paulo, São Vicente, Sorocaba e Parelheiros), Pará (Belém), Ceará (Milagres), Maranhão (Guimarães), Rio de Janeiro (Rio de Janeiro e Niterói) e Distrito Federal (Brasília).

Integram a rede diversos projetos sociais e movimentos comunitários atuantes em periferias, favelas, entre outros grupos e regiões socialmente excluídos. Desde 2004, o projeto já atendeu a mais de 20 mil jovens e participou de mais de 20 eventos internacionais, incluindo a Copa do Mundo de Futebol Social (Homeless World Cup).
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.