21/04/2022 às 16h45min - Atualizada em 21/04/2022 às 16h45min

Suspeito de matar idosa em Santa Terezinha de Goiás disse à polícia que mulher riu dele

"Ele teria ficado incomodado, se aproximou dela pelas costas costas e proferiu um golpe de machado na cabeça dela", informou o delegado

Mais Goiás
Reprodução
O delegado Douglas Costa afirmou que o suspeito de matar uma idosa dentro de uma igreja católica em Santa Terezinha de Goiás, na quarta (20), disse à polícia que a mulher riu dele de forma irônica. Conforme o policial, essa teria sido a motivação.

“Ele disse que foi até a igreja matriz, foi até a porta principal e no interior da igreja estava apenas a mulher. Disse que, no momento em que foi sentar, a mulher teria rido de forma irônica. Ele teria ficado incomodado, se aproximou dela pelas costas costas e proferiu um golpe de machado na cabeça dela.”

De acordo com o delegado, após o ataque, a mulher caiu e ele desferiu mais dois golpes de machadinha. Ele, então, foi para uma casa de um amigo e a Polícia Militar (PM) foi acionada. O suspeito foi preso em seguida.

O nome apresentado pelo acusado não possui antecedentes criminais. Ele não apresentou documento, mas a Polícia Civil já solicitou a identificação criminal dele, inclusive, em outros Estados. Ele está preso na unidade penal de Ceres.


Morte em Santa Terezinha de Goiás

idosa de 60 anos foi morta em uma igreja católica em Santa Terezinha de Goiás, a 290 km de Goiânia, na noite de quarta-feira. Ela foi atingida por um homem com golpes de machadinha na cabeça e nas costas e morreu no local. Era cerca de 18h e a vítima estava dentro do Santíssimo (capela que fica em anexo à igreja), quando o indivíduo entrou.


Depois do crime, o suspeito deixou o local, mas foi preso nas proximidades do templo, na casa de um amigo. Ele estava com uma faca na cintura. Ele, que não teve a identidade divulgada, disse à PM que não conhecia a mulher. Ainda conforme a corporação, ele aparenta ter problemas mentais.



A machadinha foi encontrada também com o suspeito e o homem foi encaminhado para a delegacia de Crixás. Já o corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Uruaçu.




 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.