21/04/2022 às 16h39min - Atualizada em 21/04/2022 às 16h39min

Bebê De 11 Meses morre após segurar em fio de extensão e levar choque, em Niquelândia.

Um bebê de 11 meses morreu na terça-feira (19) dentro da casa da família, no Setor Evereste, em Niquelândia, na região norte de Goiás.

G1-GO
Reprodução
Um bebê de 11 meses morreu na terça-feira (19) dentro da casa da família, no Setor Evereste, em Niquelândia, na região norte de Goiás. No momento do acidente, a criança estava em casa com a mãe, de 17 anos, e a avó, de 52 anos. Para a Polícia Civil, elas contaram que o menino morreu ao segurar no fio de uma extensão e levar um choque.
Segundo o delegado responsável pelo caso, Cassio Arantes Nascimento, a criança foi encaminhada ao Hospital Municipal Santa Efigência, mas já já estava morta quando chegou ao local. Foi instaurado um inquérito para saber se houve ou não atos de imprudência ou negligência por parte dos familiares em relação ao bebê.
"Se chegarmos à conclusão que houve negligência ou imprudência, há a possibilidade de indiciamento de uma ou ambas de homicídio culposo", pontuou Cássio.
De acordo com relatos da avó à Polícia Civil, o neto ouvia músicas em um celular, na cozinha, enquanto ela preparava o jantar. Logo após, a mulher solicitou à mãe do bebê que o colocasse no quarto para que pudesse escutar as canções em cima da cama.
No entanto, depois que a mãe colocou o bebê na cama e saiu do quarto, o delegado conta que a criança teria deixado o local sozinha e ido novamente em direção à cozinha. Pouco depois, o bebê foi encontrado deitado nos degraus entre a sala e a cozinha, com a mão no fio da extensão, já desacordado.
"O bebê segurou justamente na parte do fio onde tinha uma emenda. Quando ele segurou o fio, a fita da emenda saiu e ele tomou o choque", disse o delegado.
A avó da criança foi ouvida pela polícia, mas como a mãe se encontrava em estado de choque no momento da oitiva, a Polícia Civil afirmou que irá respeitar o período de luto da família. O corpo foi analisado pelo médico legista da Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC), mas o laudo da causa da morte não foi liberado até esta quarta-feira (20).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.