23/11/2017 às 16h17min - Atualizada em 28/11/2017 às 21h49min

Projeto do Colégio Pio XII leva o estudante a desenvolver o senso crítico

Imagine jovens podendo participar ativamente de debates sobre assuntos em alta na sociedade. É exatamente isso que busca o projeto “Ética e Ação”, desenvolvido pelas disciplinas de Filosofia e Ensino Religioso do Colégio Franciscano Pio XII, instituição de educação localizada no bairro do Morumbi, em São Paulo. Realizado em quatro fases, alunos do Ensino Médio pesquisam e planejam apresentações a respeito de temas como aborto, corrupção, violência urbana e discriminação.
 
Segundo Amarildo Vieira, professor de Ensino Religioso do Colégio, o projeto capacita os adolescentes a formarem suas próprias opiniões e produzirem argumentos para defendê-las. “Na primeira fase, os alunos pesquisam, contextualizam e apresentam para o professor. Na segunda, eles convencem os demais alunos em sala sobre a importância do assunto. Na terceira etapa, buscam ONGs e projetos que tentam melhorar ou solucionar o problema discutido e, na quarta, fazem uma intervenção fora do horário de aula para que os colegas reflitam sobre o tema”, afirma.
 
Amarildo ainda completa que muitos alunos surpreendem, trazendo materiais que vão além do que foi cobrado. Para ele, esse contato com assuntos polêmicos ainda no início da juventude pode formar adultos atuantes e participativos na sociedade.
 
Para Viviane Direito, coordenadora do Ensino Médio do Colégio, o projeto vai muito além da sala de aula. De acordo com ela, o “Ética e Ação” ajuda no desenvolvimento da empatia e da solidariedade. “Temos como premissa levar o estudante a desenvolver a empatia. Às vezes, situações como a violência, a corrupção se tornam tão naturais que aprendemos a conviver com elas. Olhar com empatia, neste caso, significa compreender que muitos podem sofrer por tais situações de modos bem distintos e que os impactos e as consequências também podem ser bem diferentes da experiência deles. Temos consciência que o desenvolvimento da empatia é um processo longo e que precisa de aprimoramento”, aponta.
 
Ativos e cheios de energia, os adolescentes costumam se interessar bastante por temas e discussões que estão em alta. Dessa forma, o projeto é uma das estratégias utilizadas no Colégio para impulsionar o desenvolvimento do senso crítico, da tolerância e do conhecimento. Para Viviane, o trabalho ajuda o estudante a repensar suas ações e atuações, preparando-se para lidar com os desafios do futuro.
 
Sobre o Colégio Franciscano Pio XII
O Colégio Franciscano Pio XII foi fundado em 1954 com o compromisso educacional conduzido pela filosofia franciscana. Há mais de 60 anos forma gerações com o diferencial de educação em constante diálogo entre o conhecimento acadêmico e a formação humana, entendendo o educando como agente de transformação social, que atua em prol do fortalecimento de um mundo justo e fraterno.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.