03/01/2022 às 11h30min - Atualizada em 14/01/2022 às 00h10min

O meio ambiente protegido, segurança, empregos e desenvolvimentismo aparentam estar cada vez mais distantes da população, informa pesquisador

Uma tentativa em busca do reequilíbrio é vital

SALA DA NOTÍCIA Roberto Souza
https://nanoebio.wordpress.com
AbsolutVision Pixabay
O atual mundo moderno tem uma missão das mais importantes que já tiveram todas as gerações anteriores que é proteger os mecanismos naturais para manter as quatro estações normalizadas. Uma tarefa monumental que envolve pessoas, políticas públicas, ciência, tecnologia, engenharia e inteligência artificial, ambos trabalhando em sintonia fina.

Já é realidade as mudanças climáticas que estão a cada dia mais presentes, resultando em desequilíbrio das quatro estações. Sendo importante atentarmos para a palavra desequilíbrio, ao qual nos últimos anos a palavra mais usada e adotada foi a resiliência. Daqui para a frente, uma palavra que todos deveriam reaprender está em toda a importância da palavra equilíbrio. É devido ao desequilíbrio que o planeta em vários locais já perdeu o equilíbrio regulatório das quatro estações que estão em desequilíbrio.

Baseando neste conhecimento e concordância sobre a gravidade desse problema ações energéticas poderiam ser tomadas para que o Acordo Ambiental Europeu, seja seguido à risca no mundo, onde o direito de áreas verdes, animais, rios, florestas e montanhas sejam preservados com qualidade.

Seguindo esses pensamentos, em sua publicação recente: “em busca de um índice de referência e parâmetro para indicar o desequilíbrio das cidades”, pela revista internacional Europeia Territorium, Edilson Gomes de Lima expôs um estudo que discute o tema. Além de diversos outros estudos de excelência na mesma revista que apresentam a gravíssima emergência ambiental, social e climática ao qual estamos atravessando.

Também alerta o pesquisador sobre a importância de algo que parece ter entrado em desuso ou sabotado ao longo das últimas décadas. Como é o caso da importância de uma palavra aparentemente já esquecida no interior dos dicionários. Uma palavra que tem tudo a ver com o meio ambiente, uma palavra que envolve os sistemas produtivos, empregos, assim como o progresso que andam juntos a importância da palavra equilíbrio e seu significado.

Deveríamos pensar no tema ambiental e atuar para salvar e poupar a natureza e evitar o aquecimento global é uma tarefa que envolve ciência, engenharia, tecnologia e distopia com aplicação estatal. Sem este foco o planeta entrará em colapso ambiental e social iminente, por essa razão o foco na preservação ambiental é emergencial.

Seguindo também estudos conduzidos pela Universidade de Oxford estima-se que ~64% das funções laborais no mundo tendem a desaparecer ou serem muito reduzidas devido as novas tecnologias, processos enxutos e a nupérrima automação em massa. E seguindo os dados da (OIT) Organização Internacional do Trabalho, um órgão da (ONU) Organização das Nações Unidas, informa que no mínimo ~220 milhões de pessoas devem permanecer desempregadas no mundo. Com grande tendência de ampliação do desemprego em massa, aparentemente irreversível em várias partes do planeta.

Já há consequência, ao menos pela teoria já indica algumas grandes cidades pelo mundo próximas a se consolidaram como quase terra arrasada devido ao intenso desequilíbrio, especialmente ambiental. Observa-se que mesmo sem uma guerra conseguiram eliminar suas riquezas naturais e seu sistema industrial produtivo. Novamente, voltamos a importância daquela palavra. Não é impossível a busca para reverter o desequilíbrio, o foco agora deve ser a busca pelo inverso, o equilíbrio em sua plena importância.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.