MENU

21/07/2021 às 08h09min - Atualizada em 21/07/2021 às 11h56min

Artistas espanhóis recebem reconhecimento da OCBAL no Brasil

A Organização Cultural Brasil América Latina realiza o evento duas vezes ao ano para apoiar a arte no mundo

SALA DA NOTÍCIA Arte em destaque
https://www.ocbal.com.br/
Divulgação

Alguns dos mais destacados artistas plásticos da Espanha receberam uma homenagem especial da OCBAL (Organização Cultural Brasil América Latina). Os artistas selecionados representam o país europeu em outros continentes com suas obras e vasta contribuição cultural. 

Eles receberam o Certificado de Reconhecimento Internacional Edição 2021 pela trajetória e relevância na Espanha e por contribuírem com o mundo através da arte.

“A nossa organização está extremamente orgulhosa de difundir e destacar a trajetória destes importantes artistas da Espanha, que com suas cores e criatividade expressam a nobreza da alma em obras que, com certeza, serão imortalizadas, o que é normal quando se trata de um artista dedicado”, disse o presidente da OCBAL, Antonio Marques.

Os primeiros artistas da Espanha a receberem o Certificado de Reconhecimento Internacional na Edição 2021 são: FINCIAS, Consuelo Hernández, Eva Raboso, Sabela Baña e Cristina Abella.

Veja abaixo a trajetória de cada artista destacado e homenageado pela OCBAL.

FINCIAS (Madri)

Artista multidisciplinar, pintor, ilustrador, animador e designer para Agências de Publicidade ou Editoriais.

FINCIAS já realizou exposições em inúmeras Galerias de Arte dentro da Espanha e em outros países, em cidades como:Paris, Nova York, Miami, Londres, Berlim, Estocolmo, Roma, Milão, Mônaco, Porto, Bruxelas, Osaka, Hong Kong, Cingapura, Hamburgo, Edimburgo, Montpellier, Luxemburgo, Estrasburgo, Lille, Annecy ...

Sua obra foi adquirida em instituições públicas e coleções privadas na Espanha e no exterior.

O artista recebeu críticas positivas de nomes importantes, como por exemplo, Izaskun Monfort Aurteneche, Crítico de Arte, colaborador do Museu Basco de Arte Contemporânea, Galerias de Arte e do Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofía de Madri (MNCARS).

 

Eva Raboso (Valência)

“Estamos passando por tempos difíceis e mutantes. A arte deve durar", diz a artista plástica Eva Raboso.

Seu trabalho é reconhecido pela crítica e pelo público. Participou de eventos importantes como:

Segundo prêmio no Concurso de Fotografia Confinada de Páscoa de 2020 em Alcazar de San Juan.

Sala de ares de Córdoba. "Arte no Natal" nov. 2019 / janeiro de 2020. Córdoba

Estúdio Spieker, Babelsberger Straße 6, 10715 Berlim. 2020

Segundo Festival Internacional de Arte sem Fronteiras pela Paz na Colômbia no

Centro Cultural Héctor Polanía na cidade de Pitalito. (Colômbia) setembro de 2019

Mostra Galerie Berlim "O universo de um sonho" Agosto, setembro e outubro de 2019 em Berlim.

 

Sabela Baña (La Coruña)

Sabela Baña realizou exposições em 28 países e 4 continentes. Podemos destacar sua participação na Art Boston, Las Vegas, Dublin, Innsbruck, Shanghai e exposições em Ghent, Paris, Tóquio, Nova York, Cremona, Ar (t) cevia, Roma e Toscana.

Participou no ARCO 2004, selecionada pelo MACUF, destaca-se com as galerias Modest Cuixart como El Cuarto Simpatico (Art Space Research), Quorum e outras galerias de arte e museus (MACUF, Ateneo de Madri, Círculo de Belas Artes de Madri, Centro de arte nacional Tokyo Hirosima Museum of art Museu Municipal de arte de Kyiti Japão, Kobe City Museum.

Destaca-se como Mailarista e poeta visual. Sua obra amplamente catalogada é definida como geométrica abstrata.

Recebeu inúmeros prêmios internacionais e nacionais e seu trabalho está centrado em algumas instituições públicas e privadas, com destaque para a Biblioteca Nacional (Madri).

 

Cristina Abella (Barcelona)

Cristina Abella é advogada e pintora, já expôs em galerias, museus, feiras e edifícios emblemáticos em diferentes cidades europeias como Barcelona, ​​Berlim, Londres, Madri, Málaga, São Petersburgo, San Sebastián, Sofia e Zurique e nos Estados Unidos em lugares como Los Angeles, Miami, Nova York e Dallas.

Suas obras podem ser encontradas em coleções permanentes em museus como o Latino Art Museum em Los Angeles (EUA) ou o Real Alcázar em Sevilha (Espanha), bem como em diferentes coleções particulares (Amat Güell, Blancafort Masriera, Casamada Bragulat, Prats Gimeno, etc.).

As protagonistas de suas obras são mulheres de grande personalidade, intelectualmente livres e criativas, com um grande sentido de transcendência e um ponto de sofisticação, que combina o cósmico com o terreno.

 

Consuelo Hernández (Tornavacas - Cáceres)

Consuelo Hernández é uma pintora figurativa da corrente do Realismo, considerada uma das mais destacadas artistas plásticas da Espanha na atualidade.

Chicago, Hong Kong, Singapura, Paris, Haia, Tânger, Rabat, Casablanca, Fez, Tetouan, bem como galerias e instituições espanholas, acolheram o seu trabalho. Em 2012 e 2013 levou sua obra para China, Xangai, Pequim e Shenzhen, país onde apresenta as suas pinturas. Gênova, Verona, Florença e Paris são cidades e países que recentemente acolheram e premiaram a obra de Consuelo Hernández. 

Entre os prêmios e distinções que recebeu estão:

Primeiro Prêmio de Pintura da Câmara Municipal de Madri-Villaverde (1986) 

Medalha de Ouro Foro Europa 2001 (Madrid, 2016) -Prémio da Bienal de Génova, (Génova, 2017) -Awards "Caravaggio" (Milão, 2018)

 "Botticelli ”(Florença, 2019).

“Leonardo da Vinci ”(Florença, 2020) 

Prêmio Medalha de Prata pela Royal Academy ARTS-SCIENCES-LETTRES, Paris (junho de 2019).

Está incluída nos livros "Ilustres Mulheres Extremadura" e "Ilustres Extremeños".

A trajetória e a obra de Consuelo Hernández, além de revistas internacionais e inúmeras publicações na imprensa, aparecem em enciclopédias, dicionários, livros e publicações de arte.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.