MENU

29/12/2020 às 13h51min - Atualizada em 30/12/2020 às 01h46min

Qual o nível de umidade ideal no verão e no inverno?

A umidade relativa do ar pode variar de acordo com a época do ano. No inverno, por exemplo, o nível de umidade dentro de casa é muito maior que o de fora, causando danos aos bens materiais e a saúde.

DINO
https://www.thermomatic.com.br/


Entre as estações de verão e inverno, existe uma variação considerável de temperatura. Mas, e em relação à umidade? Mesmo que os níveis de umidade também variem por diversos fatores, é importante entender que os parâmetros de umidade ideais devem ser mantidos independentemente da estação do ano.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a umidade ideal para a saúde dos seres humanos está entre 50 e 60%.

Alguns fatores levam ao aumento da umidade nas diferentes estações do ano. No verão, por exemplo, os intensos períodos de chuvas são responsáveis pelo aumento do nível de umidade. Durante um dia chuvoso, a umidade relativa do ar pode beirar os 100%, causando infiltrações e maior incidência de mofo.

Já nas estações mais frias como o outono e, principalmente, o inverno, apesar de a umidade externa ser relativamente mais baixa, várias atividades em ambientes internos resultam na umidade em excesso, como manter as janelas e portas fechadas em função do tempo frio, cozinhar alimentos como sopas e caldos e tomar banhos quentes.

 

Por que é importante manter a umidade entre 50% e 60%

A alta umidade favorece o desenvolvimento de microrganismos prejudiciais à saúde como ácaros, bactérias e fungos. Normalmente, os ácaros se espalham pela casa, alojando-se em tapetes, cortinas, roupas, lençóis, estofados, etc. Estão presentes também quando há pó. Já as bactérias são responsáveis por quadros de infecção, e também não são visíveis a olho nu.

Por sua vez, os fungos que dão origem ao bolor e ao mofo, em estágios mais avançados, podem ser vistos com maior facilidade. O mofo, além de provocar alergias respiratórias, também destrói todo e qualquer tipo de material orgânico, o que inclui móveis de madeira, portas, janelas, papéis, fotos, alimentos, roupas, etc.

De fato, as perdas materiais são indesejáveis, mas o principal é a preocupação com a saúde. Os danos à saúde provocados pelos microrganismos são imensuráveis. Vão de um simples caso de alergia leve, a casos mais graves, como os fatais em decorrência de asma, por exemplo.

Casos de complicações respiratórias, os principais decorrentes da ação de microrganismos como ácaros e fungos, atingem boa parte das pessoas no Brasil. Segundo a OMS, 30% dos brasileiros sofrem de algum tipo de alergia. Neste contexto, estão principalmente as respiratórias.

Dentre as doenças, destaca-se a rinite (com prevalência em 25% da população) e a asma (presente em cerca de 20% das crianças e adolescentes brasileiros). Também estão na lista, a bronquite e a sinusite

Sendo assim, o controle sobre a umidade mostra-se fundamental para preservar tanto os bens materiais, quanto a saúde respiratória, seja no verão ou mesmo no inverno.

A melhor maneira de manter os níveis corretos de umidade em um ambiente é com o uso de desumidificadores. O Desidrat, da Thermomatic, através da tecnologia de condensação, remove o excesso de umidade e mantém os níveis controlados entre 50% e 60%, recomendados pela OMS. Além disso, o Desidrat retém as partículas em suspensão, devolvendo ao ambiente um ar muito mais saudável. 

Para saber mais sobre o assunto, basta acessar: 

https://www.thermomatic.com.br/fique-por-dentro/da-para-usar-o-desumidificador-de-ar-no-verao-e-no-inverno.html



Website: https://www.thermomatic.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.