MENU

25/11/2020 às 08h06min - Atualizada em 25/11/2020 às 08h06min

Homem usa blazer para furtar celular e gera prejuízo de R$ 30 mil após acessar app de bancos

Crime ocorreu enquanto Ana Carolina Rocha almoçava com uma amiga. Vítima teve dificuldade para conseguir ressarcimento

Mais Goiás
Reprodução
Um homem utilizou um blazer para furtar um celular e gerou prejuízo de R$ 30 mil após acessar app de bancos. (Foto: reprodução)

Um homem utilizou um blazer para furtar um celular e gerou prejuízo de R$ 30 mil após acessar app de bancos. (Foto: reprodução)

terminou no furto de um celular e prejuízo de quase R$ 30 mil. O crime ocorreu em um restaurante na Rua São José, no Centro do Rio. Vestido com roupa social, um homem se sentou em uma mesa atrás da jovem de 29 anos e levou o aparelho que estava em uma bolsa. Toda a ação não demorou mais de três minutos. Horas depois, ela descobriu que o criminoso usou o telefone para acessar aplicativos de bancos e fez diversas transações financeiras.

As imagens das câmeras de segurança do restaurante Govardhan Hari mostram que o criminoso analisa a bolsa de Ana ao se sentar. Ele pendura o blazer na cadeira e finge estar esperando por alguém. Logo depois, o homem aproveita a peça de roupa para esconder o braço esticado e puxa o celular. Ele guarda o aparelho em uma mochila e deixa o estabelecimento em seguida.

— Eu decidi deixar o celular na bolsa para prestar atenção apenas na conversa com minha amiga. Procurei o aparelho para consultar minha agenda quando ela propôs que realizássemos um evento juntas. Foi aí que percebi o furto. Tive certeza quando perguntei para uma funcionária se alguém havia sentado atrás de mim. Ela relatou que um homem disse que estava esperando alguém, não chegou a pedir nada e saiu rápido. Usei o celular da minha amiga para checar a localização. O aparelho ainda estava nas redondezas, mas pouco tempo depois foi parar na Uruguaiana e ficou bloqueado — conta Ana.

Apesar de lamentar o ocorrido, Ana conta que num primeiro momento achou que resolveria a situação rapidamente, por ter seguro do aparelho. Após fazer o registro do furto na polícia, procurou a sua operadora para recuperar o número de telefone. Poucas horas depois, porém, foi alertada pelo banco de que havia movimentações suspeitas em sua conta.

— Até aquele momento achei apenas que tinha perdido o celular. Nem havia pensando na possibilidade de sofrer um golpe. Apenas usava a biometria  no aplicativo e pensei que meus dados estariam mais seguros. Mas conseguiram não apenas acessar a conta como solicitar um empréstimo no valor de R$ 26 mil no Banco do Brasil e fizeram diversas transferências. O mesmo ocorreu no Nubank. Usaram meu cartão até o limite e ainda roubaram R$ 4 mil  — lamenta a nutricionista.

Ana conta que conseguiu resolver rapidamente a situação no Banco do Brasil, mas apenas recebeu resposta do Nubank nesta terça-feira, uma semana após o ocorrido. De acordo com ela, mesmo com as provas do crime, o banco alegou que a transferência foi feita mediante uso de senha e não poderiam devolver o valor. Após repercussão nas redes sociais, porém, a empresa decidiu ressarcir a vítima.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.