MENU

13/05/2020 às 11h15min - Atualizada em 13/05/2020 às 11h15min

Apoiadora de Bolsonaro processa Doria por não usar máscara em coletiva

Reprodução

A advogada Patrícia Ferreira Bassetto de Castro entrou na Justiça contra o governador João Doria (PSDB) acusando-o de ter desrespeitado o decreto sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras no Estado de SP. 

Leia também: Covid-19: Rio terá 15 mil casos até 19 de maio, indica projeção da prefeitura

Governador de São Paulo João Dória

Governador de São Paulo João Dória

Agência Brasil
Governador de São Paulo João Dória

Segundo a coluna de Sérgio Gentille, a advogada apresenta como prova um vídeo de uma entrevista coletiva concedida por Doria no dia 11 de maio, no Palácio dos Bandeirantes. À situação, o governador chegou de máscara, mas a retirou segundos antes de começar a falar ao microfone. O decreto do mandatário passou a valer a partir do dia 4 de maio. 

Leia também: Ministério apura 39 casos de Covid-19 antes do primeiro registro

"Pode o Governador infringir o próprio decreto?", indaga a advogada Patrícia, que nas redes sociais demonstra apoiar o presidente Jair Bolsonaro .

Leia também: 40% dos bares e restaurantes em SP vão fechar após crise, diz estudo

"Fere de morte a moralidade o governador mandar a população usar máscara, mas ele próprio não usar", diz a defensora, que pede a aplicação de multa ao tucano. Doria ainda não se pronunciou no processo.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.