MENU

12/05/2020 às 11h20min - Atualizada em 12/05/2020 às 11h20min

Caiado confirma que novo decreto será rígido e apenas serviços essenciais não serão atingidos

Novo decreto de isolamento que será imposto amanhã, será mais rígido, e livrará apenas serviços essenciais.

Governo Goiás
Reprodução
 

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé


O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, confirmou durante entrevista à Rede Brasil Central, nesta manhã de terça-feira (12), que o novo decreto de isolamento que será imposto amanhã, será mais rígido, e livrará apenas serviços essenciais.

"Supermercados, farmácias, postos de combustíveis, linha de produção de alimentos, são serviços indispensáveis, os demais não, portanto nós estamos trabalhando para que esse novo isolamento seja mais rigoroso que o anterior", garantiu o governador.

Caiado também deixou claro que a flexibilização desse novo decreto não será da forma que os anteriores, e que não vai ficar liberando tudo para depois fechar novamente.

"O que nós vimos nos decretos anteriores, é que com a flexibilização a curva de casos aumentou. Quando você libera um segmento para funcionar e o outro não, aquele que fica fechado perde o medo e passa a não respeitar as medidas", disse o governador.

O novo decreto pode ter duração de até 30 dias, segundo bastidores.

Durante a entrevista, Caiado disse que embora as medidas sejam duras, espera contar com a compreensão dos goianos, e garantiu que as medidas de isolamento só serão diminuídas quando o estado estiver em condições de oferecer uma capacidade maior de atendimento na rede de saúde.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.