12/05/2020 às 10h55min - Atualizada em 12/05/2020 às 10h55min

Bolsonaro recebe crianças e promete lei 'urgente' contra 'ideologia de gênero'

Reprodução
Crianças levadas por padre ao Palácio da Alvorada cantaram para Bolsonaro.

Crianças levadas por padre ao Palácio da Alvorada cantaram para Bolsonaro.

Reprodução
Crianças levadas por padre ao Palácio da Alvorada cantaram para Bolsonaro.


O presidente Jair Bolsonaro disse, nesta terça-feira (12), que irá enviar ao Congresso Nacional, com "urgência", um projeto de lei contra a "ideologia de gênero" , termo não reconhecido por educadores, mas utilizado frequentemente por políticos conservadores. A afirmação foi feita durante um encontro com crianças levadas ao Palácio da Alvorada, em Brasília, pelo padre Pedro Stepian .

Em vídeo transmitido pelas redes sociais, o presidente, de máscara, pega uma das crianças no colo enquanto ouve as outras cantarem. Depois disso, elas começam a ler frase como "não queremos ideologia do gênero ", a pedido de Stepian.

Leia também: Rede social oculta postagem de Bolsonaro com informação falsa

Ao ouvir a reivindicação, Bolsonaro lembra o caso da cidade goiana de Nova Gama, que tentou aprovar uma lei municipal que vetava a discussão de gênero em escolas, mas foi impedida pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

"Sabemos que, por  11 a 0, o STF derrubou uma lei municipal que proibia ideologia de gênero. Já pedi ontem para o (major) Jorge (Oliveira), nosso ministro (da Secretaria-Geral), para que providenciasse uma lei, um projeto federal. E devemos apresentar hoje esse projeto com urgência constitucional", respondeu Bolsonaro.

O presidente é contra a abordagem de temas como a diferença entre gênero, sexo biológico e sexualidade dentro das escolas. Em sua cruzada contra a educação sexual, ele tem apoio de vários setores, principalmente entre religiosos de diferentes doutrinas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.