07/05/2020 às 09h25min - Atualizada em 07/05/2020 às 09h25min

Pressionado por secretários, Nelson Teich se compromete a apoiar isolamento

Reprodução

Na última terça-feira (05), o ministro da Saúde, Nelson Teich, se reuniu com todos os 27 secretários estaduais do setor para tratar da pandemia do novo coronavírus (Sars-coV-2). Em videoconferência, os secretários colocoram o ministro contra a parede.

Leia também: Covid-19 pode ter contaminado muito mais do que é registrado

Ministro da Saúde Nelson Teich

Ministro da Saúde Nelson Teich

Júlio Nascimento/PR
Ministro da Saúde Nelson Teich

Além de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), foi cobrado a Nelson Teich  que o governo federal apoie o isolamento social, cuja defesa resultou na demissão de Luiz Henrique Mandetta. Segundo os secretários, é "impossível" que estados e municípios mantenham uma recomendação diferente sobre a Covid-19 .

Leia também: 23 médicos morreram de Covid-19 no Reino Unido; apenas um era branco

Em resposta, contrariando o que prega o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), "Teich afirmou que essa solicitação", informou em nota o Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) ao UOL

Leia também: Plataforma reúne gráficos interativos sobre a Covid-19 no Brasil

Além disso, Nelson Teich se comprometeu a conversar diariamente com o Conass e o Conasems (Conselho Nacional de Secretarias Municipais), assegurando o cárater tripartite das decisões relacionadas à pandemia de Covid-19 . A medida, é outra que contraria a vontade de Bolsonaro , que já declarou que prefere que deciões federais partam exclusivamente do Ministério da Saúde. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.