28/02/2020 às 22h08min - Atualizada em 28/02/2020 às 22h08min

Saúde de Goiás descarta três casos suspeitos de coronavírus em Goiânia

Os números não foram confirmados pelo Ministério da Saúde até a tarde desta sexta-feira. Dois pacientes foram liberados e um segue internado por 'sintomas respiratórios não ligados ao novo coronavírus'. Um caso em Formosa é considerado suspeito

G1 - GO
Reprodução
Lacen divulga resultado de teste para coronavírus, em Goiás — Foto: Secretaria Estadual de Sáude/Divulgação

Lacen divulga resultado de teste para coronavírus, em Goiás — Foto: Secretaria Estadual de Sáude/Divulgação


A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informou que os três casos que eram considerados suspeitos de coronavírus foram descartados pelos exames feitos em Goiânia, nesta sexta-feira (28). Além destes, há ao menos um caso que ainda está sob investigação da pasta, que é de um morador de Formosa, no Entorno do Distrito Federal.
De acordo com a SES, esse paciente foi levado ao Hospital de Doenças Tropicais (HDT), em Goiânia, na noite de quinta-feira (27), teve amostras coletadas para serem analisadas, mas os resultados não haviam ficado prontos até às 11h desta sexta-feira. Portanto, segue sendo considerado suspeito.
A Secretaria Municipal de Saúde de Formosa informou que, horas depois de ter as amostras coletadas na capital, o paciente foi levado de volta à casa em que mora na cidade do Entorno do DF.
Os números divulgados pelas secretarias estaduais e o Ministério da Saúde não são necessariamente iguais, já que os órgãos têm horários e procedimentos distintos para apresentação de seus boletins diários.
Casos só são considerados oficialmente suspeitos depois de o Ministério da Saúde, cumprindo o protocolo, incluir os referidos casos na lista de suspeitos do Ministério. No Brasil, houve a confirmação de um paciente com a doença em 
Segundo a SES-GO, os três pacientes que tiveram a contaminação pelo coronavírus descartada são moradores de Goiânia e estavam no HDT. Dois deles foram liberados e o terceiro, que é um jovem de 22 anos, “segue internado para tratamento de sintomas respiratórios não ligados ao novo coronavírus”, conforme nota.
Apesar de confirmar um caso suspeito do coronavírus em Goiás, a SES disse que não informará o total até o final da tarde, conforme protocolo estabelecido no órgão.
 
Protocolo de atendimento
 
A nota divulgada pela SES informa que “os resultados dos exames realizados no Laboratório Central de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen-GO) deram negativo para a doença”.
Também de acordo com o comunicado, a pasta “monitora sistematicamente suspeitas de novos casos, seguindo rigorosamente os protocolos clínicos recomendados pelo Ministério da Saúde para a identificação de novos registros”.

Equipes que coletaram amostras de repatriados quando estavam em Anápolis, em isolamento — Foto: Ho Yeh Li/Arquivo pessoal

Equipes que coletaram amostras de repatriados quando estavam em Anápolis, em isolamento — Foto: Ho Yeh Li/Arquivo pessoal


Equipes que coletaram amostras de repatriados quando estavam em Anápolis, em isolamento — Foto: Ho Yeh Li/Arquivo pessoal
 
Os casos suspeitos seriam de pessoas que chegaram a Goiás recentemente vindas da Itália – país que registrou 14 mortes pela doença.
O secretário de saúde, Ismael Alexandrino, disse que já foi estabelecido um protocolo de atendimento.
“O protocolo atual fala da latência de 14 dias e viagens para fora. Inicialmente era apenas para a China, mas o Ministério da Saúde está abrindo para outros países, como Itália”, disse.
 
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.