MENU

19/12/2019 às 14h14min - Atualizada em 19/12/2019 às 16h45min

Qual a diferença entre os filtros para cavalete versus o filtro de água central?

Muitas dúvidas podem surgir na hora de escolher o filtro central de água mais adequado às suas necessidades. Isso porque o mercado de filtros de água cresce a cada dia e, com isso, cada vez mais novos produtos e tecnologias são apresentados aos consumidores.

DINO
https://www.fusati.com.br
A FUSATI tem o filtro central de água ideal para cada necessidade.


Aqueles que procuram ter água filtrada em todos os pontos da casa se deparam com as duas opções, filtro para cavalete e o filtro central. A instalação é idêntica em ambos os casos: o filtro fica posicionado na saída do hidrômetro e abastece toda a casa, inclusive a caixa d'água, com melhor qualidade. Pensando no impacto positivo na saúde de quem pretende adquirir um filtro, o investimento deve ser planejado obviamente a partir da relação custo-benefício.

Antes de decidir pelo sistema de filtragem geral para uma residência, especialistas da FUSATI Filtros, marca referência no segmento com mais de 35 anos no mercado, recomendam a análise de outros quesitos.

“A melhor escolha para filtro de água depende de uma avaliação do ambiente físico, da forma de captação de água, melhorias pretendidas na qualidade da água e das necessidades específicas para o tratamento. Uma análise econômica, visando buscar o melhor custo-benefício de determinado produto também é fundamental para se aferir bons resultados”, observa a FUSATI.

Filtro de Cavalete

Ele tem vários nomes no mercado: filtro de polipropileno, de cartucho ou para cavalete. É um pequeno equipamento instalado imediatamente ao lado do hidrômetro, acoplado no mesmo "braço" do encanamento. Apesar de relativamente barato, o sistema tem um elenco de inconveniências e não garante o mesmo nível de filtragem feita pelo equipamento ‘concorrente’, o central.

O filtro para cavalete retém partículas a partir de 10 micra (micra é o plural de micron ou micrômetro, e cada parte equivale à milésima parte de um milímetro). A capacidade deste sistema limita-se a remover contaminantes exclusivamente pelo seu tamanho sólido.

É preciso levar em conta que este filtro não torna a água própria para o consumo, apenas melhora a qualidade do que já foi tratado e é fornecido pelo abastecimento público da cidade.

Outro inconveniente deste produto é a troca de refil que deve ser feita a cada três meses de utilização. Caso esta manutenção não seja realizada, além de comprometer a filtragem, a vazão da água reduz sensivelmente.

Filtro Central de Água

As vantagens são grandes em relação ao modelo anterior nos quesitos manutenção e qualidade da água. A retrolavagem ou autolimpeza é uma delas. Este processo consiste na passagem da água em sentido contrário ao fluxo de filtragem para remover as partículas sólidas retidas pelo equipamento.

Esta função é importante porque prolonga consideravelmente a vida útil do elemento filtrante e pode ser automatizada. Diferente do filtro de cavalete na sua demanda por trocas a cada três meses, o filtro central exige tal substituição após três a cinco anos, mediante a utilização correta do processo de retrolavagem e qualidade da água da rua.

Os Filtros de Água FUSATI têm grau de filtração muito mais sensível e eficiente, retendo contaminantes com a metade mínima do filtro de cavalete, captando elementos com tamanho de cinco micra. “Isto que significa uma água mais leve e transparente, com retenção de partículas sólidas consideravelmente menores que um fio de cabelo”, explica a FUSATI.

Ainda sobre filtragem, o filtro central pode oferecer soluções para os mais variados tipos de água, conforme sujidade e finalidade de uso. “A FUSATI tem o filtro ideal para cada necessidade: se a água não for de abastecimento público, também é possível fazer o tratamento de poço. Para isso, dimensionamos e usamos elementos filtrantes específicos para cada caso, como o carvão ativado, quartzo, zeólita, entre outros”, relata a FUSATI.

Diferente do filtro de cavalete – que tem o ‘corpo’ tradicionalmente fabricado com plástico – o modelo para os centrais da FUSATI são construídos em aço inoxidável 304 ou 316. Este tipo de material foi eleito pela empresa porque tem resistência superior ao plástico e às ligas de aço comum, é resistente à corrosão e não cede com o passar do tempo.

Enquanto o filtro para cavalete trabalha liberando cerca de 1.200 litros por hora, a FUSATI oferece modelos de filtros centrais de água com vazão de até 2.000 litros e com certificação do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). Uma água de boa qualidade garante saúde em todos os pontos de distribuição, da cozinha ao banho, e aumenta a vida útil de equipamentos como máquinas de lavar e chuveiros.



Website: https://www.fusati.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.