MENU

29/10/2019 às 17h38min - Atualizada em 29/10/2019 às 18h03min

Homens congelam sêmen para preservar sua fertilidade

O aumento de homens que tem recorrido ao congelamento de sêmen tem aumentado nos últimos anos, como forma de preservar a sua fertilidade. São muitos os motivos que têm gerado esse comportamento, mas o principal é a queda da fertilidade masculina ao longo dos anos.

DINO
https://proseed.com.br/

A fertilidade era antes apenas uma preocupação feminina. Atualmente, os homens também têm demonstrado interesse nesse assunto.

O número de homens que tem recorrido ao congelamento de sêmen tem aumentado nos últimos anos, como forma de preservar a sua fertilidade. São muitos os motivos que têm gerado esse comportamento, mas o principal é a queda da fertilidade masculina ao longo dos anos.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a infertilidade é definida como ausência de gestação após um ano de relações sexuais frequentes sem uso de métodos contraceptivos. Cerca de 80 milhões de pessoas no mundo todo possuem distúrbios referentes à infertilidade, sendo o fator masculino responsável por até 52% dos casos na América Latina.

As causas da infertilidade

As causas de infertilidade são diversas e elas têm mudado significativamente ao longo dos últimos anos. No último século foi registrado um aumento da infertilidade masculina, sendo sugerido que impactos ambientais e fatores relacionados ao estilo de vida interferem negativamente na qualidade dos espermatozoides. Entre eles estão: desordens genéticas, idade avançada, doenças autoimunes, tratamentos que implicam a administração de gonadotóxicos ou hormônios (casos de transição de gênero), poluição, tabaco, maconha, estresse, sobrepeso, obesidade, ondas eletromagnéticas e exposição à pesticidas ou solventes.

Estilo de vida e a fertilidade

Estudos recentes, publicados em revistas científicas renomadas como “Fertility and Sterility” e “Human Reproduction”, relataram as principais causas de infertilidade e deram ênfase em alguns fatores presentes na vida da maioria dos jovens adultos em idade reprodutiva: cigarro, álcool e maconha.

Cigarro, maconha e álcool influenciam a fertilidade

Exposições às substâncias presentes na composição do cigarro, como a nicotina, podem resultar em alteração do volume testicular, criptorquidia (condição médica em que os testículos não descem para a bolsa escrotal) e diminuição de até 20% da concentração espermática, em filhos adultos de mulheres que fumavam mais de 10 cigarros por dia durante a gestação. Já em adultos fumantes, o tabaco influencia negativamente na função erétil e causa alterações cromossômicas, resultando em aumento no número de abortos. Em tratamentos de reprodução humana assistida, estudos demonstraram que o tabagismo causa redução de 40% de sucesso na gravidez, sendo que a probabilidade de falha nos procedimentos de alta complexidade (injeção intracitoplasmática de espermatozoide - ICSI e fertilização in vitro - FIV) pode ser triplicada em indivíduos fumantes quando comparado a não fumantes. Outra substância muito utilizada por jovens em idade reprodutiva é a maconha: Foi relatado que o uso dessa substância por um longo período desencadeia a diminuição do volume testicular e concentração espermática, com alteração na morfologia e motilidade dos espermatozoides. Além disso, quantidades excessivas de bebidas alcoólicas também afetam a fertilidade masculina, comprometendo principalmente a produção de hormônios sexuais e a espermatogênese (produção dos espermatozoides).

Preservar é uma ação para o futuro

A preservação da fertilidade é fundamental para indivíduos em idade reprodutiva que pretendem alcançar uma gestação biológica futuramente utilizando seus próprios gametas. O congelamento de sêmen (criopreservação) é o processo onde os espermatozoides são conservados por um longo prazo a uma temperatura de 196°C negativos em nitrogênio líquido, com a finalidade de mantê-los em estado de baixo metabolismo celular e preservar sua capacidade de fertilização.  Atualmente esta técnica é utilizada principalmente em casos de câncer, doenças autoimunes e tratamentos hormonais, onde a qualidade dos gametas é comprometida. No entanto, outras aplicações como danos testiculares, cirurgia de vasectomia, profissões de risco, baixa concentração e motilidade espermática são indicadas para este tipo de procedimento.

Mais importante do que transmitir essas informações é transmitir o impacto desses fatores na saúde reprodutiva masculina e conscientizar a população que existe uma ferramenta poderosa, que pode garantir a qualidade dos gametas por um tempo indeterminado, beneficiando casais que pretendem engravidar no futuro, evitando complicações e constrangimentos.

O congelamento de sêmen

O congelamento de sêmen para uso próprio pode ser feito em uma clínica ou Banco de Sêmen especializado. O congelamento deve ser feito preferencialmente antes de iniciar o tratamento: consultar o médico sobre possíveis riscos de infertilidade é sempre recomendado.

Não há uma idade recomendada para o congelamento: "A idade certa para procurar essa alternativa de congelar o sêmen depende do caso, mas recomenda-se que seja entre 18 e 45 anos. Em alguns casos em que os homens praticam esportes que podem prejudicar a fertilidade, indica-se a realização do congelamento na juventude", afirma Erica Molina, Coordenadora do Pro-Seed.

O processo de congelamento é simples. É recomendado abstinência sexual e de masturbação de 2 a 7 dias antes de cada coleta, mas em casos urgentes é possível fazer uma coleta de sêmen sem abstinência sexual e de masturbação.

As amostras de sêmen são criopreservadas em containers de nitrogênio líquido à 196ºC negativos e permanecem armazenadas por tempo inderterminado. Existe em literatura relato de criança nascida com sêmen criopreservado a mais de 40 anos.

O uso do sêmen congelado

O uso do sêmen congelado é possível apenas pelo próprio paciente. Solicita-se o uso da amostra de sêmen congelada em uma clínica de Reprodução Humana para realizar o tratamento de fertilização assistida.

O Banco de Sêmen

O Pro-Seed é um Banco de Sêmen nacional e pioneiro no Brasil na preservação da fertilidade masculina por meio da criopreservação. Localizado em São Paulo próximo a Avenida Paulista, ganhou destaque por ser o maior Banco de Sêmen e atender pacientes localizados em todo Brasil.



Website: https://proseed.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »