27/08/2019 às 14h01min - Atualizada em 27/08/2019 às 14h12min

Projeto recupera autoestima de jovens de Araguari através dos cabelos

A oficina "Identidade e Auto Estima: fortalecendo nossas raízes" do Coletivo Negro AfrontAÇÃO recebeu o apoio da Yamá Cosméticos para cuidar dos cabelos e promover o empoderamento dos jovens da cidade

DINO
https://www.yama.com.br/


A Escola Estadual Madre Maria Blandina recebe mensalmente oficinas temáticas promovidas pelo Coletivo Negro AfrontAÇÃO (Conafro). Os encontros abordam assuntos como racismo e consciência negra e, por isso, no mês de agosto, contou com o apoio da Yamá Cosméticos - que disponibilizou produtos especializados para cuidar dos cabelos crespos e cacheados, com o apoio da Ativa Logística. A proposta da oficina foi incentivar o autocuidado e a valorização da beleza dos participantes, e através da estética alcançar o empoderamento dos jovens negros de Araguari.

"O resgate da autoestima está muito relacionado às questões estéticas, principalmente ao cabelo crespo. Percebemos isso a partir dos relatos das meninas: muitas passaram a se aceitar mais a partir do momento que passaram a cuidar mais de si mesmas e voltaram a usar o cabelo natural, se percebendo mais bonitas", conta Anna Clara, uma das responsáveis pelo projeto.

Há 50 anos no mercado da beleza, a Yamá acompanhou as diversas gerações de mulheres e de mudanças capilares - descolorir, alisar, cortar, hoje são inúmeras possibilidades para mudar o visual, o que não mudou é a necessidade de cuidar da saúde dos fios. Uma das marcas brasileiras mais populares do setor, a empresa estabeleceu um compromisso de valorização da beleza individual de cada pessoas e a liberdade de se expressar através da estética, por isso, colocou no ar a campanha "Meu Cabelo, Minhas Regras".

"Não importa o que você é, quais as decisões que você toma, quem define sua vida é você. Usar o cabelo como forma de expressão é um ato que deve ser valorizado", enfatiza o gerente de marketing da Yamá Cosméticos, Rodrigo Luti.

O Conafro surgiu a partir da internet, com a página "Negros e Negras de Araguari", espaço virtual para socializar informações e conhecimentos sobre racismo, preconceito, atitude, empoderamento, identidade, estilo, relacionamentos, entre outros temas. No entanto, Anna Clara sentiu a necessidade de ir além do virtual e, atualmente, desenvolve ações sociais no município, como as oficinas temáticas com o grupo de jovens negros da Escola Estadual Madre Maria Blandina - nomeada "Empodera".

"A Yamá será uma parceira neste momento tão importante desse grupo de jovens que está se empoderando a cada dia mais, quando fornece produtos que auxiliarão neste momento de autoconhecimento, autoaceitação e consequentemente, para que assumam também seus cabelos naturais", finaliza Anna Clara.



Website: https://www.yama.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.