MENU

10/07/2019 às 17h23min - Atualizada em 11/07/2019 às 08h44min

Índice de Confiança Empresarial aumenta, mas ainda é preciso atenção

Vários são os estudos que compõem o Índice de Confiança Empresarial e os segmentos cobertos pelas pesquisas representam mais de 50% da economia nacional.

DINO
https://www.contatocomp.com.br


O Índice de Confiança Empresarial (ICE) da Fundação Getúlio Vargas subiu 0,6 ponto em junho, para 92,6 pontos, sendo esta a primeira alta da confiança empresarial desde janeiro. Embora o resultado seja favorável, é importante se atentar à acomodação, já que não houve uma expressiva melhora. Os resultados ainda não são capazes de elevar consideravelmente o quadro atual de confiança empresarial, o que deve ser trabalhado para que em breve isso signifique uma real recuperação. Os dados mostram que é preciso atenção à movimentação do mercado, sem deixar de lado as estratégias certas para que as empresas alcancem resultados melhores.

O ICE consolida os índices de confiança dos seguintes setores: indústria, serviços, comércio e construção. Neste último mês de junho, destaca-se o primeiro sinal positivo da construção no ano, enquanto a indústria de transformação continua estagnada. Ainda de acordo com o G1, o índice que retrata a percepção sobre a situação atual dos negócios subiu 0,3 ponto em junho, para 89,9 pontos, retornando ao nível de março de 2019. Enquanto isso, o Índice de Expectativas subiu 1,1 ponto no mês, para 99,3 pontos, recuperando parte da queda sofrida nos dois meses anteriores.

A Contato Comp , especializada em contatos elétricos, afirma que acompanhar o resultado de estudos como o Índice de Confiança Empresarial é extremamente importante para que se possam traçar estratégias cada vez mais assertivas com foco na recuperação da economia. "Cada segmento deve levar em consideração se as mudanças foram significativas ou não. A partir desses dados, é possível avaliar os pontos que surtiram um efeito positivo ou negativo, para então entender a movimentação do mercado e como a empresa é capaz de contribuir com ele, aumentando os lucros", explica.

No geral, o Índice de Confiança Empresarial foi positivo. Apenas a confiança no setor da indústria recuou, em 1,5 ponto. A confiança no setor de serviços avançou 2,2 pontos, recuperando parte das perdas dos quatros meses anteriores. O avanço de 1,2 ponto na confiança do comércio é seu primeiro resultado positivo em 2019 e representa apenas 13% das perdas dos meses anteriores. A confiança na construção subiu 2,1 pontos. Vários são os estudos que compõem o Índice de Confiança Empresarial e os segmentos cobertos pelas pesquisas representam mais de 50% da economia nacional. O ICE e os subíndices de Situação Atual Empresarial (ISA-E) e de Expectativas Empresariais (IE-E) são divulgados mensalmente para que o mercado consiga mensurar a evolução do mercado.

"Todos esses dados devem ser utilizados como forma de análise econômica. As técnicas a serem adotadas para melhorar o cenário são inúmeras, mas só trarão o resultado esperado se colocadas em prática com consciência do que o mercado espera", alerta a Contato Comp, que reforça também a importância de investimento interno nas empresas. "Para um bom desenvolvimento, muitas vezes falta investimento em manutenção e equipamentos qualificados, bem como em treinamento para os colaboradores. Questões como essas certamente influenciam nos resultados gerais e por isso precisam urgentemente serem levadas em consideração", finaliza.



Website: https://www.contatocomp.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.