22/07/2018 às 18h36min - Atualizada em 22/07/2018 às 18h36min

Você anuncia ou informa sobre Deus?

Hajj Hamzah
Hajj Hamzah - Hajj Hamzah
Dunya significa a Vida Mundana
Vivemos atualmente no tempo da informação. Aquele que tem mais informações sobre qualquer assunto ou situação domina o mercado mundial! Isso seria cômico se não fosse trágico. A humanidade se transformou em apenas números. Deus nossa grande referência, mesmo para nós, que nos dizemos “Muçulmanos” (Crentes, Submissos) é apenas mais uma referência ou um pedido de socorro. Quando a coisa aperta corremos para Ele, a coisa volta à normalidade retomamos à nossa fatídica rotina do consumismo exarcebado e da sede de poder e do entesouramento.
A era da informação se tornou tão poderosa que podemos ver o seu resultado no cotidiano das pessoas. Hoje são tantas as informações que não sabemos mais o que fazer com elas. Com isso a nossa falsa auto-suficiência nos tornou em pessoas tristes e sem esperanças. A descrença e o desânimo tomaram conta das pessoas. E com isso o mundo se tornou um campo fecundo  para os aproveitadores de todos os setores da vida.
Não precisamos nos projetar para outros lugares do mundo para constatar essa realidade efêmera! Nosso Brasil é um retrato fiel dessa situação em que a desconfiança e a desesperança tomaram conta da nossa gente. Nunca se viu índices tão baixos de aceitação pública nos poderes constituídos da Nação Brasileira. Executivo, Legislativo e Judiciário, não se encontra unanimidade nem nas ações da corte máxima da Justiça Brasileira.
Mas, é isso mesmo. O que se esperar de um povo que perdeu sua referência máxima, a do Seu Criador! Nós os ditos religiosos esquecemos que somos pastores de alma para nos mergulhar nos ministérios de cura e prosperidade, haja vista, ser esse os dois ministérios que mais dão sustentação ao enriquecimento das religiões modernas. As instituições que viviam para suas entidades religiosas hoje vivem suntuosamente delas! Não somos mais anunciadores das boas notícias como foram os outros profetas e mensageiros de Deus!  Limitamos-nos em informar sobre as coisas de Deus e na maioria das vezes em proveito próprio. A ordem do mundo é faturar, é ostentar é acumular riquezas e viver da melhor maneira possível. Esquecemos os nossos grandes Mensageiros como Jesus (Que Deus esteja satisfeito com Ele) que se quer tinha um travesseiro para recostar a cabeça. De Muhammad (Que a paz, as Bênçãos e a Misericórdia de Deus estejam sobre Ele), que os fogões de suas casas às vezes passavam sem acender fogo por mais de um mês, por falta do que cozinhar! Perdemos a nossa capacidade de indignação. Tudo parece normal, não temos mais compromissos com nosso Deus, tampouco com o nosso próximo!
É preciso urgente meus pares, que retomemos a nossa caminhada de criaturas de Deus e abandonemos a nossa falsa auto-suficiência! Não somos nada sem o poder de Deus! Lembremos das palavras do Profeta Jeremias (2:1 a 5): “ E de novo o Senhor me falou: 2 Vai e grita isto nas ruas de Jerusalém: O Senhor diz, Lembro-me do tempo em que procuravas pressurosamente agradar-me, tal como um jovem esposo, em que me amavas e me seguias, mesmo nas terras secas do deserto. 3 Nesses dias Israel era um povo santo, o primeiro dos meus filhos. Quem lhe fizesse mal seria considerado profundamente culpado, e grande prejuízo caía sobre quem lhe tocasse. 4/5 Ó Israel, diz o Senhor, porque é que os vossos pais me abandonaram? Que mal encontraram eles em mim a ponto de se desviarem e de se porem a adorar ídolos sem valor, tornando-se eles próprios sem valor?”. Hoje vivemos a pior das Idolatrias (Shirk)! E Deus não perdoa que ignoremos todos os seus feitos e busquemos outros Senhores, como o dinheiro e o poder! Não dá para servir dois senhores! Busquemos a certada de Davi (AS) quando afirmava  no Salmo 23:” O Senhor é meu pastor e nada me faltará”.
Diz Deus no Alcorão Sagrado: 8:22:Definitivamente as piores criaturas para Deus são os surdos, mudos, que não raciocinam”. Obviamente o Alcorão não se refere aos surdos-mudos fisicamente, mas sim, às pessoas que não querem ouvir a verdade ou que ouvem, mas não admitem a verdade com suas línguas. Um ouvido que seja incapaz de ouvir a verdade e que esteja pronto apenas para dar ouvidos às futilidades, na visão do Alcorão, está surdo. E uma língua que é usada apenas para proferir a futilidade e coisas absurdas, é muda. E diz ainda, Deus na Surata 8:17: “ Deus não muda as condições de um povo até que ele mude sua própria condição”.
                Veja como está atual esse versículo do Evangelho de Jesus, segundo São Mateus 23:15,16: ” Ai de vós, doutores da Lei e fariseus, hipócritas! Porque viajais por mares e terras para fazer de alguém um prosélito. No entanto, uma vez convertido, o tornais duas vezes mais filho do inferno do que vós! 16Ai de vós, guias cegos! Porque ensinais: ‘Se uma pessoa jurar pelo santuário, isso não tem significado; porém, se alguém jurar pelo ouro do santuário, fica obrigado a cumprir o que prometeu”.
                Precisamos retomar o caminho dos Profetas e Mensageiros que sempre pregaram a Unicidade de Deus. Diz o Alcorão Sagrado 21:22: “ E se houvesse nos céus e na terra outras divindades além de Deus, já teriam desordenado”. Eis uma das maiores lógica. Onde existe mais de uma autoridade haverá conflito.
                A coisa pode ainda se tornar mais grave. Quando mais nos afastamos de Deus, mais entregues estamos nas mãos dos incautos e dos corruptores. Quando não conseguimos resolver a nossa espiritualidade vão se agravando a situação no mundo físico. Toda inovação gera confusão e toda inovação nos coloca com um pé no inferno, ou seja, nos lugares inferiores.
                Todo o cuidado é pouco. Não acredite naqueles que se apresentam como salvadores da Pátria! Buscai antes de tudo o Reino de Deus e a sua Justiça e tudo mais vos será acrescentado (Mt 6:33). As incertezas da vida podem causar muita ansiedade. O dinheiro vai chegar? Como vou alimentar e vestir minha família? Será que vou ter sustento na velhice? O medo do futuro estraga o presente. Mas não estamos sozinhos. Cada pessoa é preciosa para Deus. Ele sempre sustenta seus fiéis, até nos momentos mais difíceis. Quando estamos passando por dificuldades podemos pedir ajuda de Deus e Ele proverá o sustento que precisamos. Não precisamos ficar ansiosos. Não precisamos ter medo. Muitos se preocupam tanto com as necessidades materiais que só trabalham para isso. Não têm tempo para as coisas de Deus. Suas prioridades estão erradas. O trabalho de Deus vem primeiro. Quando trabalhamos para Deus, ele cuida de nós. Deus nunca nos deixa na mão quando seguimos sua vontade. Basta ter fé.
Resolva seus problemas espirituais e sua vida será maravilhosa apesar dos percalços comuns da existência humana.  

A paz esteja convosco.
Link
Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.