MENU

24/04/2017 às 01h22min - Atualizada em 24/04/2017 às 01h22min

Independência ou trote?

Tiradentes e o que fizeram - e ainda fazem - com sua bravura.

Charles Rezende
Obra de Pedro Américo (1893; Museu Mariano Procópio).
Sabemos que Tiradentes, Joaquim José da Silva Xavier, foi  dentista, tropeiro, minerador, comerciante, militar e ativista político. Sabemos também que ele pagou com sua morte pela idéia de independência de Minas Gerais do domínio de Portugal e seus abusivos impostos. Ao mesmo tempo, Pensávamos que Tiradentes era o líder da insurreição, mas pelo aprofundamento dos estudos históricos, Tiradentes não era o líder – pois não era o mais rico do grupo, e não possuía a maior patente entre os seus camaradas. Sendo todos eles “delatados” por um dos inconfidentes  - que foi apenas degredados do país, assim como todos os outros que fizeram parte dessa “conspiração", mas apenas Tiradentes foi morto. Também pensávamos que Tiradentes era a cara de Jesus Cristo.  Pelo menos a do Jesus europeizado, do pintor Warner Sallman, que até hoje faz muito sucesso, mas como militar que era, o  máximo de barba que eles usava era um bigode, e todo preso tinha os cabelos raspados (da muito piolho nas prisões). Também pensávamos que Tiradentes era Herói desde que Brasil é Brasil, mas na verdade ele foi “buscado” pelos Republicanos que queriam apagar os traços heróicos dos tempos do império – tudo feito com muita minúcia, pois outras revoluções pesadas foram feitas, mas envolviam libertações de escravos e outros detalhes não tão interessantes pra época-, mas não me entenda mal, Tiradentes foi um herói, morreu por independência!, que acabou acontecendo. Pelo menos da coroa... pelo menos da coroa.
 
Hoje a pergunta é: Você tem independência financeira?, Independência em moradia?, Independência em saúde?, Independência educacioal?, Independência  cultural?, Independência religiosa?, Independência política? Independência de expressão? ou, apesar de você sobreviver, sua independência é Fake: apenas de fachada; e vive comendo das migalhas dos que assumem o poder. E, portando uma coroa, um revolver ou uma caneta, te sufocam até a morte, depois, te esquartejam pra servir de exemplo, de que o fim de gente que quer ser independente é calada, desempregada, humilhada e esquecida – um esquartejamento em vida. Viva a independência!

Sola Gratia. 
Link
Relacionadas »
Comentários »
Contato pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco.